Ubuntu Para Iniciantes

UBUNTU

Minha primeira experiência com o Ubuntu foi em 2006, na época se não me engano era a versão 6.04, onde o primeiro número no caso é o (6) refere-se a versão e o segundo (04) refere-se ao mês de lançamento.

O Ubuntu lança duas vezes por ano novas versões. A primeira em Abril (mês 4) e a segunda em Outubro (mês 10), por isso 6.04 e 6.10, assim por diante.
O Ubunto é uma distribuição Linux, isso quer dizer que seu Kernel, este é o Sistema Operacional propriamente dito. 


Portanto a Canonical desenvolve e mantém uma distribuição que possui um Kernel (núcleo) Linux. Assim como outras distribuições, por exemplo o Debian, Fedora, OpenSuse e etc.




É bom lembrar que muitas pessoas não usam um Sistema Operacional livre por alguns mitos, cito dois deles:

1 - "Acredita-se ser muito difícil utilizar um Sistema Operacional baseado em Linux, onde irá precisar aprender grandes linhas de comandos."
O que não é verdade. O Ubuntu, por exemplo, desde suas primeiras versões vem mostrando sua intenção de apresentar uma plataforma gráfica de trabalho cada vez mais amigável para os diferentes tipos de usuários que são exigentes.

2 - "Não irá encontrar uma ferramenta para com que possa trabalhar e ser produtiva como os que se usa  em um ambiente Windows."
Também não é verdade. Cada vez mais o mundo o Software Livre vem mostrando sua preocupação em apresentar ferramentas de todos os tipos desde aplicações básicas como avançadas. Editores de textos, Planilhas de Cálculos, Apresentação Multimídia, Ambientes de Desenvolvimento, Manipuladores de Imagens e Vídeos são vastos os tipos de softwares encontrados que agilizam trabalhos anteriormente para Windows e que agora se encontram em ambientes livres.

Muitos destes softwares também são encontrados para sua instalação em ambiente Windows, como o LibreOffice (pacote Office Editores de Texto e etc.), Gimp (Editor de Imagem) e o Inkscape (um software semelhante ao CorelDraw para trabalho com imagens vetoriais.

Concluindo, a questão não é abandonar um sistema proprietário (pago) e sim o porque não usar um software livre e com isso minimizar a ilegalidade ou seja softwares piratas.

A produtividade de quem sua um software livre pode ser igual ou até mesmo melhor.


Uma breve apresentação do Ubuntu






O  QUE POSSO FAZER COM O UBUNTU ?

A resposta pode ser bem simples e ao mesmo tempo complexa. Simples pelo fato de que você pode fazer tudo o que um usuário de outro Sistema Operacional (Windows ou Macintosh) faz, como editar textos e planilhas. Complexas se você for um desenvolvedor de sistemas.

Aqui vai uma pequena lista de aplicações Ubuntu:

  1. BrOffice (Editor de Texto, Planilha de Calculo, Multimídia, Banco de dados)
  2. Gimp (Sofisticado software para tratamento de imagens, não deixa nada a desejar)
  3. Inkscape (Editor de Imagem Vetorial)
  4. Kdenlive (Software para edição de vídeos)

ATUALIZAÇÕES DO UBUNTU

O Ubuntu garante duas versões anuais, a primeira em abril e a segunda em outubro. Porém a cada lançamento de versão o sistema operacional é constante mente atualizado juntamente com os programas que estão instalados, quando houver atualizações para estes. As atualizações são constantes e de grande importância para a segurança de todo o sistema.


UBUNTU Reviewed by Marcelo Weihmayr on 18:50:00 Rating: 5

4 comentários :

  1. Estou começando a utilizar o Ubuntu e estou curtindo d+

    ResponderExcluir
  2. Comecei a dar os primeiros passos no mundo UBUNTU e, até agora, estou muito empolgado e satisfeito.

    Dantas-RJ

    ResponderExcluir
  3. ótimas dicas, é bom combater alguns mitos que as pessoas ainda acreditam sobre o Linux. Hoje ele é muito importante para todas empresas e consumidores, oferecendo maior segurança e uma gama de aplicações bem maior que o Windows. A confiabilidade que um Linux passa é muito melhor. Por exemplo na minha empresa, optamos por um servidor VPS em Linux ( https://www.hostinger.com.br/servidor-vps ) para hospedar nossos sites e guardar os bancos de dados. Tem sido excelente o serviço com muitas recomendações positivas dos usuários do sistema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jonas, que bom saber que o software livre tem seu espaço e é competitivo como o software proprietário. Existem casos e casos, mas na maioria das situações grande parte dos problemas podem ser resolvidos com uma solução livre. Basta ter um pouco de investimento e realmente querer abrir novos horizontes. Abraços.

      Excluir

Olá, faça seu comentário com sugestões, dicas ou críticas

Powered By Blogger , Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Marcelo Weihmayr. Tecnologia do Blogger.